FRETE GRÁTIS PARA PEDIDOS À PARTIR DE R$399
Antes de tudocover

Antes de tudo

WET VIVID DREAMS

 

Servimos o jantar do lado de fora para aproveitar a noite serena, inundada pelas estrelas no azul profundo do céu.

 

Algumas nuvens discretas desenham a imensidão.

 

A luz das velas entre nós ressalta os traços de seu rosto. Tomo um gole do vinho tinto e passo meus pés descalços entre as suas pernas, sentindo sua mão acariciar a minha pele.

 

Seu olhar me consome. Retribuo. Levanto para guardar a louça na cozinha e você acompanha.

 

Entramos e saímos de casa até terminar de organizar tudo. Nossos corpos se tocam entre essa ida e vinda, friccionando o campo energético que nos conecta.

 

Acredito estar excitada. Voltamos para o lado de fora para matar a garrafa. Entre goles, risadas, flertes, toques, lábios falantes, línguas sedentas, levanto e beijo você.

 

O som da música está ao fundo. Suas mãos sobem pelas minhas pernas, por baixo da saia. Você me senta em seu colo excitado. Eu me mexo devagar enquanto seguro sua nuca. Te olho nos olhos e te convido a entrar.

 

No meio do caminho você me beija com voracidade. Sua língua preenche a minha boca.

 

Devagar, ela se envolve com a minha. Ela parece um tentáculo de polvo saindo da água. As bocas se abrem, se fecham. O ritmo acelera; por vezes, diminui.

 

Sinto seus movimentos faciais. Estou totalmente concentrada neste beijo.

 

Parece que estamos aqui, mas não estamos. A música toma protagonismo, ditando o ritmo dessa intensidade toda.

 

Sinto meu tesão entre minhas pernas, umedecendo minha calcinha. Toco seu rosto de olhos fechados, passando os dedos suavemente sobre a sua barba, desenhando mentalmente o formato do seu maxilar.

 

Suas mãos, agora, se revezam entre a minha cintura e a minha bunda.

 

Meu outro braço te envolve por baixo do rosto, chegando à sua nuca. Consigo ver a minha língua lamber a sua.

 

Seus lábios molharem os meus. Passo a língua neles devagar.

 

Isso me excita.

 

Sinto o gosto do vinho transbordar pela sua boca. A meia luz da casa aquece este momento – tenho certeza que vamos ficar parados aqui pela infinitude dos minutos.

 

O ritmo suave embala nossos passos em direção à algum lugar mais confortável do que o vão entre o quintal e a cozinha.

 

Nossas bocas não se desgrudam no trajeto até o aparador do corredor.

 

Sentada sobre ele, envolvo seu corpo com minhas pernas e te aproximo de mim com cuidado.

 

Seus olhos miram meus lábios e suas mãos seguram meu rosto gentilmente.

 

Adoro quando você me olha com doçura, mas querendo me comer.

 

Você beija meu pescoço e isso faz meu corpo arrepiar, como as plantas cumpridas que se erguem à medida que o vento as levanta. Eu solto uma risada tímida.

 

Tiro sua camiseta de linho, deslizando meus dedos de leve sobre o seu peito, passeando-os pelos ossos de seus ombros, ressaltados como um desenho.

 

Você desabotoa a minha blusa e admira por alguns segundos o sutiã desenhar os meus seios.

 

Nos beijamos de novo e sua mão sobe por debaixo do tecido, encaixando perfeitamente na polpa do meu peito.

 

Quente.

 

Sinto o calor etílico circular nas minhas veias preenchidas do vermelho que as move.

 

Tenho vontade de rasgar tudo, te segurar com força, apertar a sua bunda e olhar você me comer com vontade. 

 

Eu abro sua calça e seguro seu sexo excitado. Seu corpo se contrai.

 

Parece um arrepio involuntário quando a pele encontra a água gelada. Você sorri de canto de boca, mas não para de me beijar.

 

Eu tiro a minha saia, que desce pelo meu corpo até o chão. Você me levanta e me leva até o sofá. Sento no seu colo e faço movimentos circulares ao som de qualquer coisa que esteja tocando no rádio.

 

Suas mãos escorregam pelo meu corpo, esbaforidas, sem saber o que fazer primeiro.

 

Minha calcinha úmida deixa marcas na sua cueca.

 
WET VIVID DREAMS
Diferente de tudo o que nos foi ensinado sobre sexo, o olhar poético sobre um ato tão íntimo não pode ser tido como algo estranho. Muito menos as relações cotidianas, as ações mundanas. O amor, a simplicidade e o autoconhecimento também podem ser sexy.
No Wet Vivid Dreams, propomos um prisma sutil para observar a sexualidade, sempre sob o olhar feminino presente tanto nas palavras de Paula Jacob quanto nos traços de Brunna Mancuso. Cores, sons, cheiros, toques: queremos aguçar seus sentidos.
 

Luz del Fuego: a bailarina vanguardista e fundadora do movimento naturista no Brasil dá nome à primeira nossa coleção de lingerie. A coleção é composta por 6 modelos, entre calcinhas, sutiãs, caleçon e body. Feitos em seda ou tule, com amarrações e fendas estratégicas. Take a look.

banner inferior home